Milênio Embalagens

Selo de Qualidade da Milenio Embalagens

A INFLUÊNCIA DO CLIMA NA EFICIÊNCIA DAS EMBALAGENS DE PAPELÃO ONDULADO.

  • Home
  • A INFLUÊNCIA DO CLIMA NA EFICIÊNCIA DAS EMBALAGENS DE PAPELÃO ONDULADO.

A INFLUÊNCIA DO CLIMA NA EFICIÊNCIA DAS EMBALAGENS DE PAPELÃO ONDULADO.

A INFLUÊNCIA DO CLIMA NA EFICIÊNCIA DAS EMBALAGENS DE PAPELÃO ONDULADO.

Conforme já mencionamos em outras publicações, as embalagens de papelão ondulado são prejudicadas quando armazenadas de forma equivocada. Temperatura ambiente e umidade relativa do ar são dois fatores cruciais para o desempenho da caixa de papelão. Ao projetar a embalagem utilizamos alguns dados como tipo de produto, peso da caixa, empilhamento e transporte para identificar as especificações mínimas da caixa, necessárias para manter sua resistência e não prejudicar o produto. Estas especificações são calculadas por meio de fórmulas específicas considerando-se um “ambiente padrão” com 50% de umidade relativa do ar e temperatura de 23°C.

Sabemos que os usuários de papelão ondulado efetuam os testes no momento do recebimento da mercadoria, quando elas estão sujeitas as intempéries ambientais do momento. No ato do recebimento, os resultados do material podem apresentar resultados distintos daqueles obtidos no laudo do fornecedor, ou amostra apresentada anteriormente, justamente pelo fato de que os testes no fornecedor foram realizados em um ambiente controlado, ou a amostra entregue em um dia com condições climáticas diferentes daquelas encontradas no ato do recebimento a embalagem.

Este tipo de problema pode ser evitado com a realização de um estudo completo da logística e estoque do cliente, quando se considerará as condições mais extremas de temperatura e umidade, aumentando desta forma a resistência da caixa para que ela, mesmo sob estas condições severas, atinja as especificações mínimas exigidas pelo cliente. Contudo, nem sempre o cliente quer “pagar” por essa margem de segurança e não raras vezes transfere para o fornecedor a “culpa” da perda de resistência da caixa ao fornecedor, alegando que entregou material ruim, já que compara o lote atual com materiais que recebeu no passado, quando as condições climáticas da época eram mais favoráveis.

Não são raras as situações de conflito com o cliente, que por vezes alega que a caixa recebida está ruim e que o fornecedor mudou a qualidade, especialmente nos meses quentes ou úmidos. Nestes casos, importante ser transparente com o cliente e explicar-lhe as características do papelão ondulado e sua vulnerabilidade quanto ao clima, e apresentar todos os laudos que comprovam que não houve mudança de material.

Quando existe uma boa relação entre cliente e fornecedor essas situações são compreendidas e contornadas, mas quando o cliente não as aceita e exige o atendimento das especificações mínimas, independente das questões climáticas, importante considerar no desenvolvimento ou ajuste da embalagem todos os fatores de segurança em seu índice máximo, o que acarretará, por outro lado, aumento no custo, o que também tende a não ser aceito pelo cliente, gerando nessas situações, um conflito de difícil resolução.

Além da umidade relativa do ar e temperatura ambiente, outros fatores como empilhamento, paletização, manuseio também são muito importantes, motivo pelo qual sempre devem seguir as recomendações do fornecedor a fim de minimizar os agentes que prejudicam o desempenho do papelão ondulado.

Quaisquer dúvidas, entrem em contato com nossa equipe técnica. Estamos a sua disposição.

Artigo elaborado pela Milênio Industria de Embalagens, tendo como fonte principal a publicação: Pereira, Juarez – Papelão ondulado em artigos. Revisão 2014 – ABPO, p. 109 a 110.

Falar pelo WhatsApp

Fale com a Milênio Embalagens

Tem alguma dúvida, precisa de ajuda com algum projeto? Fale agora mesmo com um de nossos especialistas.

Telefone

(11) 4067-2566

WhatsApp

(11)96157-1112